Pagamento na Black Friday

Black Friday 2021: Segredo revelado! Como vender mais com essas 5 dicas

6 outubro 2021outlab

Clique para avaliar esse post!
Total: 1 | Média: 5

Tem um negócio online ou presencial? Leia aqui sobre as tendências e previsões da Black Friday 2021самый выгодный автокредит

Promoções, descontos, frete grátis e outras tantas promessas. Em um mar de ofertas, o que fazer para que o seu público escolha você para fazer as compras da Black Friday?

Leia esse artigo até o final e confira quais são as dicas e as melhores estratégias para aproveitar essa data tão especial para o comércio!

1 – Aposte nos pagamentos digitais 

Segundo pesquisa realizada pelo E-commerce Brasil, as vendas online do primeiro trimestre de 2021 tiveram alta de 57,4% em relação ao mesmo período em 2020.

As compras online vieram para ficar. As restrições para as lojas físicas durante a pandemia do COVID-19 levaram os consumidores, de uma forma ou de outra, para as vendas online – e eles tomaram o gosto pela coisa.

Quem ainda não vendia de forma online, passou a vender. E não estamos falando somente de e-commerce:

  • Whatsapp Pay (ou Whatsapp Pagamentos): Vendas que são diretamente pela plataforma têm crescido bastante. Nada de emitir boleto ou ter um gateway de pagamento. Pagamentos realizados diretamente ao vendedor, desde que de forma confiável e criptografados, são o futuro.
  • Whatsapp Business: Outra funcionalidade do Whatsapp, trata-se de uma conta de negócios. Com ela, você pode configurar horário de funcionamento, mensagens automáticas e, o que faz toda a diferença para vender mais, ter um catálogo de produtos. Juntamente com o Whatsapp Pay, é possível fechar uma venda diretamente pelo aplicativo de mensagens sem que a pessoa nunca tenha pisado na sua loja física.
  • Delivery: Tem loja física e não quer abrir uma loja online? Ofereça para seus clientes do Whatsapp e das redes sociais a opção de delivery:  A pessoa faz a compra diretamente com você (já demos a dica do Whatsapp!) e você envia seus produtos por entregadores próprios, ou até usando aplicativos de entrega. Melhor impossível.
  • Pix: Por fim, outra modalidade de pagamento que veio para ficar. Várias pessoas já estão saindo de casa sem carteira e somente com o celular, com a certeza de que podem fazer uma transferência a qualquer momento via PIX diretamente para a conta da sua loja. Se você ainda não habilitou a sua chave PIX, vale a pena habilitar desde já!

Leia também: 10 erros para NÃO cometer no seu ecommerce

2 – Antecipação e planejamento

Esse é o básico. Assim como o Natal, para o qual o comércio se prepara desde o fim do carnaval, a Black Friday requer tempo de dedicação. 

Confira no que prestar atenção antes da grande data:

  • Verificar o seu estoque de produtos, identificando os produtos que são mais e menos vendidos;
  • Definir um plano de entregas: Não adianta oferecer frete grátis para todo o Brasil se você somente comporta a entrega para o sudeste, certo?
  • Se tiver e-commerce, conversar com a sua equipe de tecnologia para que o site comporte uma quantidade superior de acessos é essencial.
  • E o que ninguém quer ouvir, mas é nossa missão falar: faça cálculos. Verifique o quanto é possível oferecer de desconto sem que você fique no vermelho – mas também saiba que, muitas vezes, ter uma loja é se arriscar. 

3 – Conheça (e escute) o seu consumidor 

Os seus clientes não estão somente no final da jornada de venda. Podem estar no meio, no processo – e principalmente, no início. 

E essa escuta de proximidade com seus clientes pode ser por meios muito simples! Que tal abrir uma caixa de perguntas nos seus stories do Instagram perguntando o que eles querem comprar na sua loja?

É interessante fazer uma retrospectiva dos últimos meses também: Seus consumidores têm pedido a reposição de um produto específico? Tem comprado mais um produto do que outro? Qual?

Claro que, antes disso, é importante conhecer a sua persona: São mulheres? Homens? De que idade? O que fazem? Por que procuram a sua loja? 

Além disso, fazer pesquisas sobre o comportamento do mercado é sempre interessante. Para isso, o Google Trends é uma boa dica: pesquise os produtos que você costuma vender e o quanto as pessoas têm procurado por eles. Isso já te ajuda a ter vários insights.

4 – Saiba usar os gatilhos de vendas

Gatilhos mentais, no Marketing Digital, são facilitadores para a tomada de decisão. 

Autoridade social, Escassez, Autoridade, Reciprocidade e muitos outros são usados em estratégias de Marketing Digital. 

A diferença é você saber quando, onde e como usá-los – e claro, adaptá-los para a sua persona.

Já fizemos um post sobre os gatilhos mentais para vender mais. Leia aqui!

5 – Conte com uma equipe de Marketing Digital 

Não podemos negar a importância que a Black Friday tem para o comércio local, global, ou para o faturamento de qualquer empresa no final do ano. 

Por isso mesmo, é importante ter equipes cuidadosas e dedicadas para cada aspecto levantado neste artigo: estoque, vendas, atendimento etc.

E para planejamento de estratégias, conteúdos e cuidar do seu e-commerce, conte com a gente! A Outlab. é uma agência especialista em marketing digital e em ajudar você a vender mais e ter mais presença no mercado.

Agora que você já sabe dicas e aspectos para a Black Friday 2021, é só colocar em prática os preparativos.

E aí, vamos juntos?

Ei, você também vai gostar destes artigos!