Como fazer seu e-commerce vender mais

19 julho 2021Natalia Figueiredo

Clique para avaliar esse post!
Total: 1 | Média: 5

Encontrar formas de vender mais no e-commerce não é uma tarefa fácil, e junto a isso, a competição online é acirrada, o que demanda atualizações constantes do seu negócio. Vem ver algumas dicas para não ficar para trás!

Vender mais no e-commerce não é uma tarefa fácil. E, junto a isso, veio a pandemia, que teve diversos efeitos no cenário da economia brasileira, como a diminuição do PIB, alta do dólar e da taxa de desemprego. No entanto, o e-commerce foi um dos destaques positivos. 

O número de lojas virtuais aumentou 73,88%, o que mostra o potencial desse espaço ainda pouco explorado, mas também, a necessidade de se reinventar e se destacar cada vez mais. Uma das melhores formas de fazer isso é criando e cultivando a sua relevância digital. 

Sabendo disso, o Google analisou o funcionamento de 25 sites brasileiros durante um dos principais eventos comerciais, a Black Friday, e identificou algumas oportunidades de melhora para os e-commerces. Vamos ver quais são?

1- Tempo de carregamento

Um e-commerce demorado significa perda de vendas. E por isso, é importante que esse aspecto esteja sempre sendo aprimorado, buscando um site cada vez mais rápido.  

Segundo a pesquisa do Google Cloud em parceria com a R/GA, uma diminuição de 0,1 segundo trouxe uma melhora expressiva: 8,4% a mais nas conversões. 

Um alto tempo de carregamento é expresso principalmente na taxa de rejeição, em que o usuário acessa seu site mas não espera carregá-lo até o fim e fecha a página. 

Você pode saber mais sobre o tempo de carregamento do seu site neste link

2- Estabilidade do site

Ninguém gosta de acessar uma página e ver que o site caiu né? Apesar dessa ser uma dica “óbvia”, é comum que em momentos de maior tráfego, a página caia, impedindo que seja acessada. 

No estudo que citamos foram identificados 2,7 mil erros, sendo 26% deles, erros de aplicação, que podem até mesmo interromper a compra. 

3- Já pensou como é a Experiência do Usuário do seu site?

Recentemente o UX passou a ser um fator de ranqueamento de SEO do Google, e claro que ele não iria ficar de fora dessa análise. O estudo analisou como é o trajeto do usuário desde o momento em que ele acessa o seu site até quando finaliza a compra.

E é importante que esse processo seja interpretado como uma experiência fluida. Além disso, um fator foi alarmante: nenhum site ofereceu a busca por voz ou imagem. 

Para um e-commerce vender mais, é necessário que ele seja acessível por todos, mas não só isso, que seja simples de navegar.

4- Suporte

Um dos maiores receios de quem não opta pela compra online é não ter suporte caso algo dê errado. E, sabendo da relevância desse fator, o estudo também o levou em consideração. E 11 dos 25 sites analisados não possuem chatbot, apenas 7 conseguiram resolver problemas por essa ferramenta e nenhum tem um chatbot ativo. 

5- Logística

Assim como os costumes mudaram, as exigências dos consumidores também. E dentre elas, podemos citar a expectativa de chegada de um produto. Ela está cada vez mais alta, ou seja, o usuário quer que um produto chegue rapidamente, mesmo que tenha a opção de pagar um pouco mais por isso. Embalagens adequadas, seguras e personalizadas farão a diferença. Além do valor do frete. 

Durante esse estudo, foi constatado que os e-commerces ainda estão despreparados nesse quesito: houve o caso do frete de 13 dias para a cidade de São Paulo e a indisponibilidade de entrega para capitais, como Recife, por exemplo. 

Levar todos esses fatores em consideração é extremamente importante, afinal, eles possuem grande impacto nas suas vendas. Mas nós sabemos também que nem sempre é possível dedicar toda atenção que a loja online necessita. E, nesses casos, você pode contar conosco! 

Por fim, você ainda tem dúvidas de como fazer seu e-commerce vender mais? Então entre em contato que vamos te ajudar! 

Ei, você também vai gostar destes artigos!